Certificação em Engenharia de Requisitos:

CERTIFICAÇÃO EM ENGENHARIA DE REQUISITOS CPRE-FL

Em 2007 o International Requirements Engineering Board (IREB) foi fundado por especialistas independentes com extensa experiência em Engenharia de Requisitos nas áreas corporativa, consultoria, pesquisa e treinamento, muitos dos quais renomados internacionalmente pelas contribuições para seus respectivos campos de atuação.

 

Os membros do IREB criaram um currículo para a área de Engenharia de Requisitos e desenvolveram a certificação Certified Professional for Requirements Engineering (CPRE) baseada neste currículo, com a meta de estabelecer um parâmetro padronizado de instrução de alta qualidade e treinamento continuado em Engenharia de Requisitos, aprimorando dessa forma a prática da área. Até 2011 o IREB introduziu o currículo de forma bem-sucedida na Alemanha, Áustria, Suíça, França, Espanha, Holanda, Inglaterra, Polônia, Suécia, EUA, Malásia e Brasil. Atualmente mais de 12.000 pessoas no mundo já receberam o prestigiado certificado CPRE-FL (Certified Professional Requirements Engineer – Foundation Level).

NOSSOS TREINAMENTOS

Abaixo apresentamos nosso portfolio de treinamentos em Engenharia de Requisitos , que além da parte teórica, apresentam exercícios práticos baseados em seu conteúdo.

CURSOS DE CAPACITAÇÃO EM ENGENHARIA DE REQUISITOS PARA PÚBLICO INICIANTE, AVANÇADO E ESPECIALISTA

CURSO PREPARATÓRIO PARA A CERTIFICAÇÃO IREB CPRE-FL

Público Alvo: Analistas de Negócio, Analistas de Sistemas, Engenheiros de Requisitos, Gerentes de Projetos, Coordenadores e Gerentes de Sistemas.

Conteúdo Programático:

INTRODUÇÃO E FUNDAMENTOS
  • Os oito sintomas e causas de uma ER inadequada
  • As quatro atividades principais da ER
  • As oito competências de um engenheiro de requisitos
  • Os três tipos de Requisitos

     

DELIMITAR O SISTEMA E O CONTEXTO DO SISTEMA
  • As seis fontes de requisitos
  • Diagramas de Contexto
ELICITAR REQUISITOS
  • Direitos e Deveres dos Stakeholders e dos Engenheiros de Requisitos
  • O modelo KANO de requisitos versus satisfação dos stakeholders
  • As vinte principais técnicas de elicitação
DOCUMENTAÇÃO DE REQUISITOS
  • Documentar requisitos x metodologias de desenvolvimento
  • As três perspectivas de documentação em linguagem natural e através de modelos
  • Estruturas padronizadas de documentos de Especificação de requisitos
  • Os oito principais critérios de qualidade de requisitos
  • Regras de estilo e de glossário
DOCUMENTAÇÃO DE REQUISITOS USANDO LINGUAGEM NATURAL
  • Os cinco processos transformacionais da percepção e escrita da linguagem natural.
  • Os três modelos de Templates de Sentença e sua utilização
DOCUMENTAR REQUISITOS USANDO MODELOS
  • Modelos, suas características sintáticas e semânticas
  • Modelos de Metas, de Caso de Uso, de Atividade, de Classe e de Estado
VALIDAR E ACORDAR REQUISITOS
  • Validar, verificar e acordar requisitos: princípios e aspectos
  • As seis principais técnicas de Validação de Requisitos
  • Identificação, resolução e documentação de conflitos com requisitos
GERENCIAR REQUISITOS
  • Atributos, visualização, priorização, rastreabilidade, versionamento, configurações de requisitos
  • Gerenciamento do Ciclo de vida e de mudanças dos requisitos
APOIO POR FERRAMENTAS
  • As oito funcionalidades exigidas das ferramentas de gerenciamento de requisitos (FGR)
  • Os cinco aspectos a considerar na operacionalização das ferramentas FGR
  • As sete perspectivas para seleção de ferramentas FGR

QUANTO MAIS TREINAMENTOS VOCÊ FIZER, MAIOR A ECONOMIA!

Solicite informações pelo Telefone 11 2596-3350 ou clique no link.

Qualidade nunca é acidente, mas sempre o resultado de esforço inteligente.
Martin Tornquist – fundador e Presidente da T&M Testes de Software